Dermocosméticos

As inovações e avanços na área da saúde tem levado ao desenvolvimento de dermocosméticos que são efetivos e seguros. Este processo contribui também com novos métodos para avaliação que possibilitem a comprovação científica desses benefícios propostos.

Os dermocosméticos são formulações usadas para melhorar ou para proteger a aparência ou o odor do corpo humano. Entretanto, nos últimos anos os produtos evoluíram, em resposta às mudanças de conceitos e de comportamento social. Atualmente, os dermocosméticos apresentam funções mais complexas e especializadas. Como resultado, causam modificações positivas e duráveis na saúde da pele, cabelos e unhas. No Brasil, eles são normalmente tratados dentro de uma classe ampla, denominada produtos para a higiene e cuidado pessoal. Porém, são produtos muito diferentes, que usam substâncias químicas, nanotecnologia, ácidos em sua composição. Não são mais destinados apenas a beleza, mas também a manutenção e tratamento de saúde.

Vale lembrar que esses dermocosméticos cada vez mais potentes devem ser utilizados com orientação do dermatologista, pois o aumento da potência pode levar ao aumento de casos de reações alérgicas e contraindicações.  A avaliação do tipo de pele e qual o produto ideal, bem como adequação do modo de uso, garante o sucesso do tratamento e maximiza a resposta terapêutica.